Mais de 9 anos de experiência com clientes em todo o Brasil!

Já conhece o Funil de Vendas? Entenda essa estratégia poderosa e produza conteúdos mais relevantes para a sua persona!

19/05/2021
Já conhece o Funil de Vendas? Entenda essa estratégia poderosa e produza conteúdos mais relevantes para a sua persona!

Com o aumento da concorrência, as empresas precisam encontrar formas de se destacar aos olhos do público. Neste cenário, surge o marketing de conteúdo, cujo papel é fazer essa mediação, gerando valor para os usuários. Eles possuem dúvidas, necessidades de conhecimentos específicos e tendem a procurar por essas respostas. Melhor ainda se a solução vier da sua marca, não é verdade?

Se você produz conteúdo ou possui uma estratégia de marketing digital sólida, certamente já ouviu falar em funil de vendas, muito importante para entregar o conteúdo ao público certo sem desperdiçar esforços e recursos para realizar uma conversão.

Mas como a tentativa de converter o meu visitante pode ser desperdício de tempo e investimento? Sei que pode parecer confuso, mas continue a leitura para entender tudo sobre o funil de vendas e como ele te ajuda a controlar recursos.

 

O que é um Funil de Vendas?

Também conhecido como funil de marketing, o funil de venda é dividido  em 3 partes: topo, meio e fundo do funil. Trata-se de uma simbologia usada por muitos especialistas de marketing para identificar em qual fase uma pessoa está na chamada jornada do consumidor, cujo objetivo é sempre levar a audiência para a próxima fase.

Topo do Funil

Essa é a primeira fase da jornada do consumidor, quando o cliente identifica um problema e quer conhecer mais a respeito.  Ele ainda está longe de tomar a decisão de compra e precisa aprofundar-se muito mais no assunto, por isso o conteúdo tende a ser leve, genérico e em grande volume.
O topo do funil costuma ter muito mais dicas, listas, curiosidades e notícias publicadas em blogs, vídeos e e-books de conteúdo leve, focando sempre na atração de visitantes.

 

Meio do Funil

Já na segunda fase, o cliente identifica a própria dor e vai em busca das possíveis soluções para o problema. É nessa etapa que há uma conexão entre o que ele procura e o que você vende

É comum que essa fase dificulte um pouco mais o acesso ao conteúdo, que agora é um pouco mais específico, com volume moderado e focado na conversão. Utiliza-se mais Landing Pages para preenchimento de formulários, que darão acesso a conteúdos específicos, transmitidos em webinars, e-books e vídeos (lives).

 

Fundo do Funil

Chegamos, enfim, ao tão almejado fundo do funil. Essa etapa da jornada do consumidor é 100% centralizada na conversão e requer maior atenção por parte da equipe de marketing, afinal, o cliente está mais próximo de adquirir o produto ou serviço.

Essa fase é marcada por conteúdos objetivos e específicos, sobre benefícios do produto/serviço, provas sociais, cases de sucesso, portfólio pessoal e outros conteúdos que convençam o usuário de que fechar a compra será um bom negócio.

 

O Comportamento do Consumidor

É importante entender que nem todo consumidor passa pelo funil de forma linear - seria ótimo e muito fácil se as coisas acontecessem dessa forma, não é verdade?
Há aqueles que passam meses no topo do funil, enquanto outros já sabem do que precisam e finalizam a compra em questão de dias ou horas. Sem contar aqueles que estão ali somente pelo conteúdo, o que não é nada raro.

Cabe à empresa estudar, entender esse comportamento do consumidor e corrigir possíveis falhas que estejam impactando na conversão. Tenha paciência e fortaleça as estratégias de marketing do seu site.

 

Você produz conteúdo? Já ouviu falar ou já utiliza o funil de vendas em suas estratégias? Se esse conteúdo foi útil para você, não saia sem deixar um comentário aqui, compartilhando um pouco da sua experiência com a gente.

Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Aguarde..