Mais de 10 anos de experiência com clientes em todo o Brasil!

Esse é o poder do Marketing Emocional para atrair consumidores

21/02/2022
Esse é o poder do Marketing Emocional para atrair consumidores

Podemos facilmente dizer que aquilo que diferencia o homem das máquinas é a sua capacidade de sentir e criar vínculo com as emoções, independente de quais sejam. As emoções têm o poder de atrair e unir pessoas, é realmente um efeito mágico e poderoso, capaz de despertar a atenção e interesse do público.

Muitos profissionais já compreenderam essa reação nas pessoas. Não é por menos que grande parte do material de marketing digital que utiliza uma conexão emocional se torna referência. Quem não se encanta com o belo comercial do banco Itaú que uniu a consagrada atriz Fernanda Montenegro e a bebê Alice? Eu tenho certeza que, após meses desde o lançamento da campanha, você ainda deve se lembrar da pequena dizendo “espelança”.

Se você quer atrair o olhar do seu cliente para a sua marca, o marketing emocional é uma boa estratégia. Antes de tudo, você precisa saber como funciona e como começar.

 

Entenda o Marketing Emocional

A prática mais utilizada no mercado hoje é a utilização de campanhas para criar um vínculo com o cliente e despertar um sentimento, seja interesse, desejo ou quem sabe uma empatia pela marca.

Só que o marketing emocional não é apenas sobre despertar o sentimento, e sim criar uma conexão emocional duradoura com o público. O grande desafio é traçar um caminho que leve do sentimento à tomada de ação, que pode ser a compra do produto, baixar um material, se inscrever em um evento, entre outras coisas. No caso de um criador de conteúdo, por exemplo, o marketing emocional pode nos influenciar a acompanhar uma série de vídeos para saber o desfecho de uma história, mantendo uma expectativa, excitação e até comemorar a conquista do protagonista.

 

Mas por que o marketing emocional tem esse efeito?

O fato é que nós criamos uma expectativa ou desconforto quando existe um problema, nos conscientizamos sobre a solução, mas percebemos que ela não está ao nosso alcance imediatamente. Enquanto as coisas não forem resolvidas, não encerramos um ciclo.

É aí que começamos a agir de acordo com as nossas emoções. Segundo estudos, cerca de 44% das compras online são feitas impulsivamente, pensando com emoção. Em comparação aos anúncios padrões, um anúncio emocional mostra um resultado mais positivo, indicando aumento de 23% nas vendas.

 

E quais as vantagens do Marketing Emocional?

 

Lembrança da marca

As pessoas tendem a lembrar de pessoas ou marcas com quem elas simpatizam ou criam vínculo emocional. Isso porque as experiências e memórias afetivas ficam mais claras, motivando novos acordos.

Mas é claro que nem toda lembrança é positiva, por mais que a empresa se esforce para evitar conflitos com o cliente. A memória também pode ser de uma experiência ou situação ruim, que tenha gerado medo, constrangimento ou grande ansiedade.

Essas emoções marcam a gente, e não podemos nos esquecer desse detalhe tão importante para os negócios.

 

Estimula a interação do público

Pessoas gostam de participar e contribuir de alguma forma, seja curtindo, comentando ou compartilhando postagens nas redes sociais.

Quando ouvimos uma mensagem marcante, sentimos o impulso de querer compartilhar com outras pessoas, como amigos, parentes ou colegas de trabalho. É natural, principalmente quando a mensagem traz exatamente aquilo que precisamos ou queremos ouvir.

Fazer o seu marketing emocional é um modo de aumentar o engajamento e alcançar mais pessoas, essa é uma grande oportunidade que vale a pena arriscar.

 

Conquista e fideliza o seu cliente

Criar uma conexão não é fácil, mas quando conseguimos… Ah, é a perfeição! Sua relação com o cliente tende a melhorar e fortalecer com o tempo, pois ele compreende seu propósito, abraça o seu posicionamento, e apoia as suas ideias.

Uma conexão emocional é o caminho para fidelizar clientes, além de aumentar as chances de recomendar seus serviços para outros terem o gostinho dessa experiência.

 

Uma boa receita para o Marketing Emocional de sucesso

Está gostando de tudo o que leu até agora e quer saber mais sobre como aplicar o marketing emocional em seu negócio? Temos algumas dicas que podem ajudar e gerar resultados que podem te surpreender.

Para começar, você precisa criar uma narrativa significativa. Quando o objetivo é convencer e cativar alguém, precisamos de uma história convincente, atrativa e que faça o público-alvo se identificar com ela, por meio de storytelling ou depoimentos de clientes, por exemplo.

Em seguida, domine a prática de gerar expectativa e surpreender o público. Conte algo inesperado, provoque o consumidor - no bom sentido, é claro - e deixe ele questionar, maturar a ideia para conhecer mais sobre você e seu produto.

Tudo isso só será possível se você conhecer seu público e ser fiel a mensagem, evitando uma inconsistência. O papel do marketing emocional é gerar um crescimento contínuo e sustentável, mas é importante que a empresa assuma discursos coerentes e relacionados entre si. Se você tentar abraçar o mundo e tudo o que todos os públicos defendem, provavelmente vai se perder no personagem e cair na velha incongruência.

No meio de todo esse progresso, não deixe de lado a sua autenticidade. Faça as coisas parecerem leves, tão naturais quanto a luz do dia. Interaja com seu cliente, agradeça e recompense esse engajamento, mas tente não forçar demais para não ser inconveniente. Gostamos de ser jogadores, mas a sensação de ser apenas mais uma peça no jogo pode ‘pegar mal’.

 

E para encerrar essa grande história…

Saiba que tudo pode gerar um apelo emocional e uma conexão com o cliente, às vezes só precisamos trocar o ângulo para ver de outra perspectiva.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o Marketing Emocional, que tal fazer os seus anúncios bombarem nas redes sociais com o Marketing de Atração? A gente pode continuar a nossa conversa aqui, nesse artigo sobre a estratégia de Inbound.

 

Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Aguarde..